quinta-feira, 9 de julho de 2020

Michelle Bolsonaro já fez um exame de covid-19 após irmã testar positivo

A primeira-dama Michelle Bolsonaro fez nesta semana um novo teste de coronavírus. Na semana passada, ela também se submeteu ao exame depois que uma irmã testou positivo para a covid-19. O primeiro resultado foi negativo.

Como o presidente Jair Bolsonaro foi infectado, a primeira-dama refez o exame. O resultado está previsto para sair hoje. Procurada, a assessoria de imprensa da Presidência não se manifestou sobre o tema.

FONTE:O GLOBO

Garotas desaparecidas no interior do Ceará foram sequestradas a mando de ex-namorado de uma delas; três foram capturados pelo crime

As três jovens que desapareceram após saírem de casa para fazer uma caminhada no município de Iguatu, interior do Ceará, foram sequestradas a mando do ex-namorado de uma delas, nesta terça-feira (7), conforme investigações iniciais. As vítimas só foram encontradas na manhã desta quarta-feira (8), após buscas das polícias Militar e Civil do Ceará, do Conselho Tutelar e do Corpo de Bombeiros. O mandante do crime e outros dois cúmplices foram capturados, mas duas pessoas foram liberadas.
Uma das jovens estava com arranhões na perna e na região do tornozelo — Foto: Arquivo pessoal
As vítimas são duas irmãs de 19 e 14 anos de idade e uma prima delas de 16 anos. De acordo com o delegado Marcos Sandro Lira, da Delegacia Regional de Iguatu, o ex-namorado da garota de 19 anos contratou uma pessoa para matar a jovem. Ao sequestrar as três garotas, os suspeitos planejavam pedir um valor de resgate pelas outras duas adolescentes, informou o delegado.

O homem que mataria a mais velha, contudo, desistiu do crime e liberou as jovens, como aponta a polícia. "As vítimas foram liberadas pelo próprio homem suspeito de tê-las sequestrado. Em depoimento, ele afirmou ter desistido de cometer o crime após sentir pena ao perceber que uma das meninas se parecia com uma irmã dele", contou o delegado Marcos Sandro.

Antes das três serem encontradas, o ex-namorado de uma delas e suposto mandante do crime se apresentou na Delegacia Regional de Iguatu e relatou que não estava envolvido no desaparecimento. Segundo familiares, o casal havia terminado o relacionamento em fevereiro deste ano.

No local onde as vítimas haviam sido vistas pela última vez, uma motocicleta abandonada, com registro de São Paulo, foi apreendida pela polícia.

A mãe de duas garotas disse em depoimento à polícia que ouviu um grito vindo da direção onde as meninas estavam quando foram fazer a caminhada. "Eu esperei elas chegarem e elas não chegaram. Quando meu esposo voltou para casa começamos a ligar para todo mundo. Meu marido passou pelas meninas no caminho de volta. Eu creio que foi por maldade, intenção de coisas más com elas", comentou a mulher.

As buscas pelas meninas também contaram com ajuda de voluntários da região. Ainda não há detalhes sobre em qual estado as vítimas foram resgatadas, apenas informação de que uma delas apareceu com arranhões nas pernas.

Fonte:G1/CE

Jovem é transferido para Sobral após grave acidente em Charito em Ipueiras

Um jovem ficou gravemente ferido após sofrer um acidente de trânsito na noite desta quarta-feira (8/7), no Distrito de Charito, a cerca de 10 quilômetros da sede do município de Ipueiras, a vítima perdeu o controle da motocicleta e caiu.
Adaílton Alves Silva de 21 anos foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento de Móvel de Urgência (SAMU) ao Hospital e Maternidade Otacílio Mota. O rapaz foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral. 
A vítima sofreu um trauma abdominal em decorrência do impacto no acidente. O rapaz foi transferido pela preocupação em uma possível hemorragia interna,. Em Sobral Adaílton passará por exames mais detalhados. Moradores informaram que o motociclista seria de Trapia, na zona rural do município.

Fonte:Ipu Post

Várzea do Giló registra 1º óbito com Covid-19, o município já contabiliza 317 casos

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde o distrito serrana da Várzea do Giló, zona rural de Ipu (CE), registrou o 1º óbito em decorrência do Coronavírus. 
Os números do Boletim Epidemiológico atualizados na noite desta quarta-feira (08/07) registra 317 casos confirmados com 183 casos curados e agora 10 óbitos.
O distrito serrana com 50 casos e 1 óbito é epicentro da doença no município. O número de casos no interior de Ipu chega á 124 com 03 óbitos. Na zona rural o bairro com maior número de casos continua sendo o centro com 44 casos confirmados, seguido do bairro Alto dos 14 com 34 e Alto da Boa Vista com 30.



A localidade de Sítio São Félix tem 18 casos e nessa semana o Governo Municipal realizou a desinfecção da UBS e de todas as ruas dessa comunidade serrana.




FONTE:IPUNOTÍCIAS

Ipuense fica gravemente ferido após sofrer tentativa de homicídio em Ipueiras

Uma tentativa de homicídio aconteceu na cidade de Ipueiras (CE). De acordo com a Polícia Militar, um homem natural e residente em Ipu (CE) foi encontrado ensanguentado e com lesões na cabeça com afundamento no crânio e suspeita de TCE, provocada por pedradas.

O crime aconteceu na madrugada da última terça-feira (07/070. Ainda segundo a polícia, a vítima e as pessoas que estavam no local não souberam informar o motivo das agressões.
O homem foi socorrido pelo Samu e levado para o Hospital Municipal de Ipueiras e de lá transferido em estado grave para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (CE). 
A Polícia Civil de Ipueiras informou que foram realizadas diligências, e os PM's conseguiram localizar e prender e apreender os acusados, os quais foram abordados e identificados como sendo: José Nilton Alves Barros, 24 anos, e dois menores de idade com 16 e 17 anos, ambos naturais e residentes em Ipueiras.

Até o fechamento da matéria não temos atualização sobre o estado de saúde do ipuense Francisco Valdinei de Sousa Lima.
Os acusados foram reconhecidos pela vítima, e em seguida o trio foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil em Crateús, onde os mesmos foram autuados em flagrante no ART 121, C.C, ART.14, II do CP (tentativa de Homicídio).

FONTE:IPUNOTÍCIAS

Polícia encontra anel templário com chefe de facção atuante na Grande Fortaleza preso no Piauí

O criminoso da lista dos mais procurados do Ceará, Francisco Cilas de Moura Araújo, o "Mago", possuía um anel templário com a inscrição “MG”, em referência ao apelido com o qual é conhecido como chefe de uma facção que atua em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Ele foi preso na Operação Focus, no Piauí, na última segunda-feira (6), e estava foragido desde 2016. Outras setes pessoas do bando de "Mago" foram presas em Caucaia nesta quarta-feira (8), em continuidade à operação.

Esse tipo de objeto vem sendo usado por chefes de facções criminosas como símbolos de quem está no comando. Em julho do ano passado, a polícia descobriu que os principais líderes de uma facção criminosa cearense utilizam anéis templários de ouro, que custam R$ 7 mil cada.

Segundo as investigações da Operação Focus, Cilas pertence a uma facção oriunda do Rio de Janeiro. Escondido há cerca de um mês em um apartamento de alto padrão em Teresina, no Piauí, ele dava ordens para execuções em Caucaia.

"Ele estava residindo como se fosse um 'cidadão comum'. O detalhe é que os vizinhos não viam o Cilas. Ninguém tinha acesso a ele. Ficava basicamente dentro do apartamento, ninguém tinha contato com ele, a não ser os familiares", revelou o delegado adjunto da Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco), Alisson Gomes.

O criminoso não usava o anel quando foi capturado, mas o objeto estava guardado no apartamento. Um documento de identidade falso também foi apreendido pela polícia no local. O homem não reagiu à prisão.

Fuga e recompensa

A polícia chegou a oferecer R$ 10 mil, no início deste ano, para informações da localização de Cilas, por meio do Programa de Recompensa - garantida na Lei n° 16.829/2019, conhecida popularmente como Lei da Recompensa.

A Lei da Recompensa foi criada em janeiro de 2019 como uma reação do Governo do Estado à mais grave onda de ataques já ocorrida no Ceará.

Cilas estava foragido desde 14 de julho de 2016, quando fugiu por um túnel construído no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II). Após ser capturado em Teresina (PI) nesta segunda, o homem foi trazido para Fortaleza.

Ele tinha como braço direito Alban Darlan Batista Guerra, também na lista dos mais procurados do estado.

Um dos integrantes do grupo chefiado por Alban Darlan e Francisco Cilas foi preso em 8 de fevereiro em uma operação do 12º Batalhão da Polícia Militar com apoio da Força Tática e o Serviço Reservado, em Caucaia.


FONTE:G1/CE

Provas do Enem 2020 serão em janeiro e fevereiro de 2021

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão aplicadas em janeiro e fevereiro de 2021, anunciou o Ministério da Educação (MEC) nesta quarta-feira (8).

Adiado após pressão de estudantes e parlamentares por causa da pandemia de Covid-19, o novo cronograma do Enem prevê:

Provas impressas: 17 e 24 de janeiro, para 5,7 milhões inscritos
Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro, para 96 mil inscritos
Reaplicação da prova: 24 e 25 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura)
Resultados: a partir de 29 de março

O anúncio foi feito pelo secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, durante coletiva de imprensa, em Brasília.

A nova data foi definida mais de quatro meses após a suspensão das aulas presenciais e fechamentos das escolas em todo o Brasil por causa da disseminação do coronavírus.


"Entendemos que essa decisão não seja perfeita e maravilhosa para todos", afirmou Vogel. "Mas buscamos uma decisão técnica, que melhor se adequava para todos."

Segundo o MEC, a data não prejudicará o ingresso dos aprovados nas universidades no primeiro semestre de 2021.

"Se a gente deixasse para maio do ano que vem, os ingressos [nas faculdades] seriam somente no segundo semestre do ano que vem", justificou Vogel, afirmando que a definição da data do Enem traz uma "reação em cadeia" em relação a processos e programas como Sisu, Prouni, Fies e as matrículas públilcas e privadas no ensino superior.

O secretario-executivo do MEC também afirmou que um segundo Sistema de Seleção Unificada, Sisu, poderá ser aplicado em 2021.

Custos extras por causa da pandemia

Por causa da pandemia, o MEC pediu ao governo federal um adicional de R$ 70 milhões para a execução do Enem 2020. As principais mudanças são:

Aluguel de mais salas para dar maior espaçamento entre os alunos
Compra de máscaras e materiais de segurança para os aplicadores
Oferta de álcool gel
Novos protocolos de segurança e identificação dos alunos

No ano passado, o custo do Enem foi de R$ 537 milhões. Este ano, com o Enem digital e com aumento de inscritos, o governo estima que o valor deve ser maior.


Relembre as polêmicas do Ministério da Educação no governo Bolsonaro

Escolha de data teve enquete

Na semana passada, o governo divulgou o resultado da enquete que perguntou aos alunos quando as provas do Enem 2020 deveriam ser aplicadas. Entre as três datas sugeridas, maio de 2021 foi a mais citada.

"Mais da metade dos alunos preferiu dezembro e janeiro. Então, estamos atendendo esse público que é mais de 50% dos alunos", comentou o secretário-executivo.

"A enquete não seria o único parâmetro para definição da data. Ela era mais um parâmetro. Nós sempre entendemos que seria muito importante ouvir os secretários estaduais de educação, assim como também as instituições de ensino superior", disse o secretário-executivo.


Segundo o governo, as questões do Enem 2020 já estavam prontas antes da pandemia e o conteúdo continua sendo o mesmo. Quanto ao Enem digital, o MEC cogita que a prova poderá ser totalmente digital até 2026.


Pressão para adiar o Enem

A realização do Enem 2020 estava prevista para novembro, mas após pressão da sociedade diante da suspensão das aulas com a pandemia de coronavírus, o exame foi adiado.

No entanto, decisão pelo adiamento só ocorreu depois de o governo enfrentar questionamentos judicias. O debate chegou ao Congresso, e o Senado aprovou um projeto que adiava o Enem 2020. O texto seguiu para avaliação da Câmara dos Deputados.


A indefinição gerou ansiedade em estudantes, que chegaram a fazer campanha nas redes sociais pela realização da prova em maio, o que beneficiaria estudantes da rede pública, segundo eles, por dar mais tempo para a preparação. Outros preferiram a prova em outra data (dezembro ou janeiro, por exemplo), para não correrem o risco de não ter Enem em 2021.

FONTE:G1/EDUCAÇÃO

BLOG DT NOTÍCIAS

BLOG DT NOTÍCIAS
VOCÊ FICA BEM INFORMADO COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE IPU REGIÃO