quinta-feira, 30 de abril de 2020

Polícia Civil prende casal com medicamentos abortivos em Sobral

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), após uma investigação das Delegacias Regional e Municipal de Sobral, retirou de circulação mais de 130 comprimidos utilizados na prática de abortos, além de prender um casal em flagrante. A ação aconteceu nessa terça-feira (28), em Sobral, na Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14) no Estado.
As investigações tiveram início há pouco mais de um mês após informações sobre a venda de medicamentos abortivos, de comercialização proibida no Brasil, realizada pela dupla. Segundo as apurações, Adriana dos Santos Viana (25), sem antecedentes criminais e Antônio Azevedo Parente (54), vulgo “Toinho”, com antecedentes criminais por crime contra a incolumidade pública, estavam remetendo os comprimidos para várias cidades do Brasil a partir do município de Sobral.

Diante das informações, a PCCE começou a investigar e trocar informações com policiais de outros estados. Foi quando os policiais descobriram que nessa terça-feira (28), seria despachada mais uma remessa dos medicamentos para vários Estados. Durante as diligências, os agentes de segurança se deslocaram até a agência dos Correios de Sobral, onde prenderam Adriana em flagrante. A mulher estava pronta para enviar nove ampolas de um medicamento de uso veterinário, utilizado para a prática de abortos.

Dando seguimento aos trabalhos policiais, um homem apontado como comparsa da mulher, identificado como Antônio, foi capturado pelos agentes com aproximadamente 130 comprimidos de Cytotec, proibido no Brasil por conta das propriedades abortivas.

De acordo com a Polícia, a dupla utilizava nomes e números falsos quando despachavam as encomendas pelos Correios. Os suspeitos foram autuados pelo crime de periclitação da vida ou saúde. A Polícia Civil segue investigando o caso com o intuito de identificar e prender outros envolvidos.

Fonte:(SSPDS)

PARCERIAS DO BLOG DTNOTÍCIAS 


Governo Federal reconhece estado de calamidade pública no Ceará por causa do coronavírus

O Governo Federal reconheceu o estado de calamidade pública em todo estado do Ceará devido à pandemia de coronavírus. A medida foi publicada em uma portaria no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (30), por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional.


Além do Ceará, o governo também reconheceu o estado de calamidade pública na Paraíba nesta quinta-feira.

A situação já havia sido reconhecida pela União no Rio Grande do Norte, no último dia 24; em Mato Grosso, no dia 8 de abril; Sergipe, em 13 de abril; e na cidade de Porto Alegre (RS), no dia 7 deste mês.

A Assembleia Legislativa do Ceará já havia aprovado o projeto de decreto legislativo que reconhece o estado de calamidade pública no Ceará até dia 31 de dezembro de 2020.

Esta medida, enviada pelo governador Camilo Santana, foi aprovada no dia 3 de abril para ajudar no enfrentamento ao coronavírus no território cearense. Com isso, o estado ficou desobrigado a cumprir as metas fiscais para custear ações de combate à pandemia.

O Ceará ultrapassou a marca dos sete mil casos de Covid-19. O estado também já soma 450 óbitos em decorrência do novo coronavírus (SARS-CoV-2), conforme a plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h18 desta quarta-feira (29).


Fortaleza, epicentro da contaminação pelo vírus no estado, registra 5.712 casos confirmados de infecção e 349 mortes em decorrência da Covid-19. Contudo, dos 46 municípios que registraram óbitos por Covid-19 até esta quarta-feira (29), 36 apresentavam taxa de letalidade maior que a capital cearense. 

FONTE:G1/CE 

PATROCINADORES DO BLOG DTNOTÍCIAS 

Maior cemitério público de Fortaleza terá mais de 22 mil unidades para sepultamento

A Prefeitura de Fortaleza iniciou um processo licitatório para a construção de 22.897 vagas de sepultamentos no Cemitério Público Municipal Bom Jardim, devido ao aumento de óbitos causados pela Covid-19. A ampliação do maior cemitério da cidade ainda não tem data definida, mas a previsão de entrega é de 90 dias após o início das obras. Nove coveiros devem integrar a equipe do equipamento.

Cidades de outros estados do país também precisaram aumentar a capacidade dos cemitérios devido aos óbitos por coronavírus. Manaus por exemplo, passou a ter enterros noturnos e caixões empilhados em cemitério para atender a demanda. São Paulo abriu mais de de 13 mil novas covas. Já no RJ, foram construídas para comportar 12 mil novas gavetas para caixões.

Considerada epicentro da contaminação pelo vírus no estado, Fortaleza já registrou mais de 5 mil casos confirmados de coronavírus e 355 mortes. Em todo estado, mais de 450 já morreram com a doença, e foram contabilizados, até a manhã desta quinta, mais de 7,5 mil casos.

A construção das covas e ossuários na cidade está orçado em R$ 5.234.476,30. Serão 495 unidades para adultos, 132 vagas infantis, 66 do tipo especial e 99 outras para membros.

No documento de licitação, a prefeitura pontua que Fortaleza é a cidade com maior número de casos de infecção pelo SARS-Cov-2 do Nordeste, justificando este como o “motivo pelo qual se impõe o acompanhamento constante da situação do cemitério Parque Bom Jardim, para evitar a falta de leitos para sepultamento".

No primeiro lote da ampliação, serão construídas 18.144 unidades de ossuários, tipo de depósito para restos mortais, feitas em concreto pré-moldado, com orçamento de R$ 1.763.186,34.

Os jazigos, monumentos onde uma pessoa é sepultada, serão distribuídos entre adultos, crianças, indivíduos de maior porte (especiais) e membros (partes do corpo amputadas e que precisam ser enterradas). O orçamento é de R$ 3.471.289,96.


450 morreram pela covid-19 no Ceará

Ampliação do cemitério

O Cemitério Municipal Bom Jardim é a unidade que deve receber a maioria das vítimas da pandemia do novo coronavírus em Fortaleza, como confirma a própria prefeitura no edital. As obras serão administradas pela Secretaria da Regional V. Também são contratados nove coveiros nessa semana porque, além dos sepultamentos, estão sendo feitas exumações.

“É importante que fique muito claro que o nosso esforço é para que as pessoas sobrevivam. Precisamos estar preparados para uma necessidade, que ainda não chegou, de ampliação das vagas de sepultamento”, pondera Renato Lima, titular da Secretaria Municipal da Gestão Regional.

Renato explica que as vagas serão criadas conforme a demanda para o Cemitério Bom Jardim, que realiza, em média, 15 sepultamentos por dia. O secretário observa que, durante o período de pandemia, o número "não alterou muito" - chegando a 20, em alguns dias. Fatores como a queda de mortes no trânsito, devido às medidas de isolamento social, impactam no registro, ele justifica.

Atualmente, o cemitério público possui 3 mil vagas para enterros. Além da ampliação, medidas como "EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os coveiros, máscaras de acrílico, distribuição de urnas para famílias que precisam, já que 10% dos sepultamentos acontecem com caixões doados pela Prefeitura" estão entre os procedimentos previstos.

Aumento na demanda

Como forma de atender ao aumento da demanda, serão criadas novas vagas nos seis cemitérios da cidade. Assim, foi solicitado um estudo sobre o atendimento dos equipamentos do Antônio Bezerra, São Vicente de Paulo, São José e anexo, Messejana e Parque Bom Jardim, com maiores registros de superlotação.
Dos seis existentes, cinco estão com capacidade máxima. Ainda segundo o gestor, a expectativa é que a quantidade de vagas duplique.

Fortaleza deve dobrar número de jazigos nos cemitérios municipais durante pandemia de coronavírus, diz secretário — Foto: Natinho Rodrigues/SVM

“Realmente há uma preocupação, uma atenção especial com Fortaleza; eles têm um plano de contingência, têm profissionais muito qualificados, estamos atentos, estamos acompanhando junto com o secretário estadual e a secretária municipal", pontuou Wanderson Oliveira.

FONTE:G1/CE

PARCERIAS DO BLOG DTNOTÍCIAS


Comércio cearense tem perda de R$ 2,9 bilhões em 5 semanas de quarentena

Frente à pandemia do novo coronavírus, o comércio do Ceará acumula perdas de R$ 2,98 bilhões em cinco semanas, de acordo com estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O estado é o oitavo no país com maior acúmulo de perdas de receita, conforme a pesquisa.

No período, segundo a pesquisa, o comércio brasileiro já perdeu mais de R$ 86 bilhões. Quem lidera o ranking é São Paulo, com déficit de R$ 26,58 bilhões, seguido de Minas Gerais (R$ 6,90 bilhões), Rio Grande do Sul (R$ 6,63 bilhões), Santa Catarina (R$ 6,26 bilhões), Paraná (R$ 5,64 bilhões) e Bahia (R$ 3,93 bilhões).

Danos

Entre os prejuízos desse momento para o setor, estão a redução do nível de atividade no varejo, que podem ocasionar a eliminação de até 2,2 milhões de postos de trabalhos formais, no País, em período de até três meses.

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE), Maurício Filizola, aponta que as dificuldades vivencias pela classe empresarial neste período afetam diretamente a classe laboral.

"Nós já temos dados muito alarmante sobre o número de pedidos de seguro desemprego, que impactará substancialmente a economia. O que mantém uma economia saudável é o dinheiro circulante e se a gente perde muitos postos de trabalho, em que as pessoas perdem de onde ter sua remuneração, isso vai enfraquecer o comércio, que já vinha em uma lenta recuperação", analisa.

O estudo também revela, que o segmento de varejistas que comercializam itens considerados não essenciais, acumula perdas de R$ 78,27 bilhões. Já as vendas de medicamentos e alimentos, que respondem por 37% do varejo, concentram perda de R$ 8,13 bilhões no período.

Restrição do comércio


Praça do Ferreira, no Centro da capital cearense, fica vazia durante a pandemia de coronavírus — Foto: Paulo Alberto/SVM

Segundo a CNC, o déficit no faturamento corresponde ao período de fechamento dos estabelecimentos comerciais decretados por estados e municípios. No Ceará, as lojas classificadas como atividades não essenciais estão fechadas desde o dia 20 de março. A medida decretada pelo governador Camilo Santana segue até o próximo dia 5 de maio.

Segundo Maurício Filizola, mesmo com a busca de alternativas para reduzir os impactos para o setor, como as vendas por e-commerce, as ações não são suficientes para suprir esse momento de crise.

"Claro que existem mecanismos (de venda), além da física, como o e-commerce e o delivery, que avançaram bastante e tiveram um papel preponderante de busca de atender as demandas do cliente, mas isso não é algo que esteja na essência da população de uma maneira geral, não supre este momento de fechamento", comenta.

FONTE:G1/ECONOMIA

PARCERIAS DO BLOG DTNOTÍCIAS


Ipu-CE: Grupo de amigas divulga em vídeo o movimento "Máscara Salva, Todos pela Saúde"!

Grupo de amigas está divulgando em vídeo, postado nas redes sociais, o movimento "Máscara Salva, Todos pela Saúde". A iniciativa foi da Terapeuta Ocupacional Dra. Paula Aragão, que articulou diversas amigas, contemporâneas para essa campanha de muita nobreza, de amor pela vida. 

A campanha tem como finalidade a conscientização da importância da máscara como medida de prevenção, de proteção ao novo coronavírus.

"Não somos cantoras, nem artistas. Somos um grupo de amigas que se deram as mãos virtualmente e se juntaram na concretização desse movimento em prol da conscientização da importância do uso da máscara. Mostre que o seu amor também é grande e participe do movimento #MascaraSalva, Todos pela Saúde. Usar máscara salva. Use a sua". Destacou em sua Página Pessoal no Facebook; Dra Paula Aragão.

Assista o vídeo do movimento "Máscara Salva, Todos pela Saúde", e se emocione:


Fonte:REPÓRTER FRANCISCO JOSÉ

PATROCINADORES DO BLOG DTNOTÍCIAS


COMUNICADO:VARJOTA REGISTRA PRIMEIRO CASO DE COVID19


ENVIE SUA NOTÍCIA PARA O BLOG DTNOTÍCIAS


Ceará tem 36 cidades com taxa de letalidade por Covid-19 maior que Fortaleza

Fortaleza concentra o maior número de casos confirmados e mortes por Covid-19 no Ceará. Contudo, dos 46 municípios que registraram óbitos por Covid-19 até esta quarta-feira (29), 36 apresentavam taxa de letalidade maior que a capital cearense. O índice se refere ao percentual de pessoas que morreram pela doença em relação ao número de infectados.

Os dados foram coletados na plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), quando o Ceará tinha taxa de letalidade de 6,01%; e Fortaleza, de 6,06%.

Oito municípios apresentavam 100% de letalidade, ou seja, o único paciente com caso confirmado também veio a óbito: Ibaretama, Miraíma, Salitre, Solonópole, Viçosa do Ceará, Ararendá, Cariús e Farias Brito. É possível que nestes municípios haja casos subnotificados da doença.

O Ceará ultrapassou a marca dos sete mil casos de Covid-19. O estado também já soma 450 óbitos em decorrência do novo coronavírus (SARS-CoV-2), conforme a plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h18 desta quarta-feira (29).

Fortaleza, epicentro da contaminação pelo vírus no estado, registra 5.712 casos confirmados de infecção e 349 mortes em decorrência da Covid-19.

Segundo a Secretaria da Saúde, 30% das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no Ceará estão localizadas no interior. Das 465 UTIs públicas estaduais, 142 ficam distribuídas no Cariri, Norte, Sertão Central e Vale do Jaguaribe. O governador Camilo Santana ressalta que a maior parte fica em Fortaleza porque a capital concentra cerca de 80% dos casos e óbitos.


Aumenta o número de pessoas mortas por Covid-19 no Ceará

Demora nos resultados e subnotificações

Rilson Andrade, vice-presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems), explica que a demora na liberação dos resultados de exames e a subnotificação da doença podem influenciar na taxa de letalidade, que é dinâmica.

“Tem municípios em que, se for confirmado mais um caso, a letalidade vai cair pela metade. Não vejo essa diferença por falta de estrutura de atendimento, mas pela demora. A subnotificação em alguns lugares também interfere, então algumas cidades podem ter notificação baixa”, afirma.

Segundo Rilson, embora alguns municípios operem com postos sentinela e até busca ativa de possíveis infectados, parte da população tem resistência em comparecer às unidades de saúde para procurar atendimento ou orientação.

Dificuldade nos testes


Fortaleza terá uso regulamentado de máscaras, diz Roberto Cláudio — Foto: José Leomar/SVM

Por outro lado, os menores índices de letalidade ficam em Caucaia (3,64%), onde faleceram 10 dos 275 contaminados; Itaitinga, que teve uma morte e 41 casos confirmados (2,38% de letalidade), e Aquiraz, com uma morte para 60 confirmações (1,67% de letalidade).

O Ministério da Saúde informou que destinaria 186 mil testes rápidos ao Ceará, em cinco lotes, para auxiliar na triagem dos casos. No entanto, de acordo com Rilson Andrade, há municípios que receberam apenas uma remessa. “Alguns também se dispuseram a comprar esses testes, mas infelizmente não encontram ou enfrentam preços abusivos, acima das condições de pagar”, conta.

Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (EMAp/FGV) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou que 170 cidades do Ceará são socialmente vulneráveis aos impactos do novo coronavírus na saúde. Desse total, 20 estavam no grupo com os piores indicadores de educação, além de acesso precário à água tratada, disposição do esgoto e eletricidade.

O vice-presidente do Cosems diz que algumas secretarias de Saúde apostam na criatividade para vencer a “teimosia” da população do Interior e convencê-la a buscar atendimento quando perceber algum sintoma.

Reforço na conscientização

“Como o recurso ainda é muito pequeno em vários municípios, cada um tem trabalhado como pode. Temos feito divulgação nas mídias sociais, com ajuda dos próprios servidores, a distribuição de impressos nas ruas e abordando quem está em comércios que podem funcionar”, detalha.

A Sesa considera, em nota, que o Ceará possui uma estrutura de saúde “bem distribuída” pelo interior do Estado, com Hospitais Regionais em Juazeiro do Norte, Sobral e Quixeramobim, além de hospitais-polo em cidades estratégicas, como Maracanaú, Caucaia, Itapipoca, Crateús, Tauá, Iguatu e Icó.

Além dos números de UTIs já mencionados, a Pasta esclarece que 980 dos 1.553 leitos de enfermaria exclusivos para o enfrentamento à Covid-19 no Ceará também estão distribuídos nas áreas mais afastadas da capital.

FONTE:G1/CE

PATROCINADORES DO BLOG DTNOTÍCIA


Três pessoas são mortas e outras quatro baleadas por suspeitos em um carro em Itarema, no Ceará

Três homens morreram e quatro pessoas ficaram feridas após serem baleados por suspeitos que passaram em um carro, no Bairro Riacho, em Itarema, no Ceará, na noite desta quarta-feira (29). A Polícia Civil investiga a autoria e a motivação do crime.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), José Roberto Dantas, de 15 anos, Francisco Cosmo Ferreira, de 38 anos, e Jasiel Neves Rodrigues, de 26, morreram ainda no local. José e Jaciel tinham passagens na polícia por furto. Francisco Cosmo não tinha antecedentes criminais.

Outros três homens e uma criança também foram baleados. Eles foram socorridos e encaminhados a uma unidade hospitalar da cidade.

Policiais estão realizando diligências para capturar os suspeitos, ainda segundo a SSPDS.

Fonte:G1/CE

PARCERIAS DO BLOG DTNOTÍCIAS 



quarta-feira, 29 de abril de 2020

Número de homicídios cresce 90% no Ceará nos 22 primeiros dias de abril

O Estado do Ceará apresentou um aumento de 90% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) - índice que engloba homicídios, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte - nos 22 primeiros dias de abril, conforme dados mais atualizados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS). Foram 306 mortes violentas neste ano e 161 em igual período de 2019.

O mês completo de abril do ano passado teve 213 crimes, o que significa que já há, neste mês em 2020, um crescimento de pelo menos 43,6% no índice.

Este mês segue a tônica dos meses anteriores no estado. No acumulado do ano de 2020, entre 1º de janeiro e 22 de abril, já são 1.389 CVLIs. Em igual período de 2019, a SSPDS registrava 706, o que representa um crescimento de 96,7% - quase o dobro - no ano corrente.


Pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência (LEV) e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), o sociólogo César Barreira acredita que houve uma retração das facções no Ceará durante o ano de 2019, que foi marcado por duas séries de ataques criminosos contra o Estado e forte repressão policial, inclusive com o apoio de homens da Força Nacional de Segurança. "É como se as facções tivessem guardado forças para um novo retorno", analisa.

"Enquanto as questões objetivas não desaparecerem, como a desigualdade social e a política de combate às drogas, essas questões [de violência] vão ser como ondas. Em determinados momentos, desaparecem; e em outros, retornam. Nós não podemos achar que as questões estão sendo resolvidas com a prisão de líderes das facções, dos deslocamentos das lideranças para outros presídios. É como se não tivesse atacando a real causa desses homicídios", afirma o sociólogo.

Operações contra o crime

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou ao G1 por meio de nota que intensificou as ações para identificar e capturar pessoas envolvidas em diversos crimes, com foco naqueles indivíduos que tenham relação com crimes violentos contra a vida. Segundo a pasta, nesta terça-feira (28), as Polícias Civil e Militar desencadearam operações de saturação em locais com incidência de alvos envolvidos em homicídios, no intuito de desarticular grupos criminosos.

Ao todo, 19 pessoas, entre adultos e adolescentes, foram capturadas e irão responder pelos crimes na Justiça. As capturas aconteceram em Fortaleza (três), Caucaia (três), Cascavel (seis) e Pindoretama (sete).

A SSPDS informa ainda que, durante os motins no mês de fevereiro deste ano, foram registrados conflitos entre células de organizações criminosas no Estado, o que refletiu nos períodos seguintes e seguiu a tendência das disputas desses grupos em âmbito nacional. A secretaria disse também que atualmente, as forças de segurança do Estado trabalham para reorganizar suas atuações e traçar novas estratégias.

O órgão ainda reforçou que o trabalho diário de policiamento preventivo e ostensivo visa coibir conflitos entre grupos criminosos que, durante disputas de territórios, ocasionam um aumento no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Estado.

Morte de surfista


Surfista foi morto a tiros na Praia do Futuro, em Fortaleza. — Foto: Kid Junior/SVM

Uma das vítimas da violência no Ceará foi o surfista Luiz Felipe Brito da Costa, de 18 anos. O jovem, que não tinha passagens pela Polícia, foi assassinado a tiros na comunidade do Luxou, na Praia do Futuro, em Fortaleza, no último dia 23 de abril.

Anderson Alexandre Dantas da Silva, 19, Edilson Clemer Rebolças Silva, 26, e Roberto Silva Lopes Filho, 21, foram presos em flagrante, horas após o crime. Para a Polícia, eles disseram que tinham que cumprir a ordem da facção a qual pertencem para matar rivais e escolheram a vítima de forma aleatória, porque ele estava em uma região dominada pela organização criminosa inimiga.

Na última segunda-feira (27), uma juíza da Vara de Audiências de Custódia transformou as prisões em flagrante do trio em prisões preventivas.

As ordens dessa facção para matar rivais teriam sido disparadas no dia anterior, devido ao assassinato de um membro do grupo criminoso, identificado como Samuel Souza Salomão, 31, conforme apurou o G1 com uma fonte da Inteligência da Polícia Militar. O crime aconteceu no Bairro Messejana, também na capital.

Samuel tinha passagens pela Polícia por roubo e homicídio, com condenações na Justiça, e tinha progredido para o regime aberto no ano passado. Em um dos casos que respondia, ele e comparsas roubaram o veículo, a arma e outros pertences pessoais de um delegado da Polícia Civil, que chegou a ser agredido pelos assaltantes, em 2010.

Redes sociais

Os grupos criminosos têm trocado ameaças de morte nas redes sociais, no Ceará. Em pelo menos dois vídeos, criminosos ostentam armas de fogo e prometem ataques aos rivais.

Dois adolescentes de 17 anos, que apareceriam em um desses vídeos, foram apreendidos pela Polícia Militar, em Fortaleza, na última sexta-feira (24). Com eles, foram retidas duas armas que estariam nas imagens. Um dos jovens já tinha 17 passagens pela Polícia e o outro, seis.

A Secretaria da Segurança afirmou, em nota, que "investiga imagens divulgadas na internet com homens armados e com mensagens de apologia ao crime, no intuito de identificar e capturar os autores das gravações". E destacou ainda "que informações sobre investigações em andamento são reservadas aos setores de inteligência".

O sociólogo César Barreira analisa que a gravação de vídeos, com ameaças, por parte das facções "não é uma afronta somente ao Estado, é uma postura de definição de poder. Isso não é uma coisa nova, a gente sempre teve essa ostentação de armas e da visibilidade de homicídios, principalmente aqueles que têm a marca da crueldade".

FONTE:G1/CE

PARCERIAS DO BLOG DTNOTÍCIAS


Ceará chega a 7.409 casos por Covid-19; 450 mortes são confirmadas

O Ceará ultrapassou a marca dos 7 mil casos confirmados de Covid-19, com o registro de 7.409 diagnósticos positivos para a doença. O estado também já soma 450 óbitos em decorrência do novo coronavírus (SARS-CoV-2), conforme a plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h18 desta quarta-feira (29).

Fortaleza, epicentro da contaminação pelo vírus no estado, registra 5.712 casos confirmados de infecção e 349 mortes em decorrência da Covid-19.


Outras informações da plataforma:

São 21.598 casos suspeitos;
25.017 testes realizados;
A taxa de letalidade da doença no CE é de 6,1%;
141 cidades têm casos de Covid-19
Casos de coronavírus no Ceará
Casos confirmadosMortes confirmadas15/0317/0319/0321/0323/0325/0327/0329/0331/0302/0404/0406/0408/0410/0412/0414/0416/0418/0420/0422/0424/426/0428/0402k4k6k8k
18/04
 Mortes confirmadas: 180
Fonte: Sesa

FONTE:G1/CE

PATROCINADORES DO BLOG DTNOTÍCIAS


AGORA É OFICIAL A CONVITE DO RADIALISTA JOACI MELO REPÓRTER DALTON TIMBÓ DE VOLTA AO RÁDIO IPUENSE SERÁ SEGUNDA DIA 04 DE MAIO 2020.


ENVIE A SUA NOTÍCIA PARA O BLOG DTNOTÍCIAS


BLOG DT NOTÍCIAS

BLOG DT NOTÍCIAS
VOCÊ FICA BEM INFORMADO COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE IPU REGIÃO