sábado, 15 de maio de 2021

Conselheiro do Sport faz ataque homofóbico a Gil do Vigor: "Machuca muito", diz ex-BBB

 O conselheiro do Sport Flávio Koury revoltou a torcida do clube nas redes sociais na tarde desta sexta-feira. Com conteúdo homofóbico, o conselheiro criticou a dança de Gil do Vigor, realizada na Ilha do Retiro, no dia em que o ex-BBB foi homenageado pelo clube. O assunto veio à tona através do Blog do Jamildo e foi confirmado pelo ge com os envolvidos. Chateado com a repercussão, o ex-BBB se posicionou através das redes sociais. "Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o BBB e posso garantir, ainda machuca MUITO! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo...... É muita dor!"


Em um dos áudios vazados, o conselheiro faz críticas à dança do participante. Os áudios e mensagens foram enviados em um grupo a parte, fora do ambiente oficial do clube, com a presença de conselheiros e torcedores. "Tem 1,2 milhão de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é camisa. A viadagem todinha vai comprar. Vai ser lindo! Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, ou onde ele quisesse, eu não estava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz. Isso é uma desmoralização. Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que a gente está vivendo. Esses tempos novos, é isso. Não tem mais respeito. Filho não respeita pai, pai não respeita filho, não respeita irmão. Não tem amigo. É a depravação."

Em outro áudio da conversa, dessa vez enviado à reportagem pelo próprio Flávio Koury, ele responde às críticas do conselheiro Romero Albuquerque - que classificou a fala do integrante como homofóbica na conversa. "O que eu disse é que eu não gosto é de putaria e não gosto mesmo não. Vocês tratem de não querer botar palavra na minha boca. Não admito isso."

Conselheiro pede expulsão
Responsável por vazar os áudios, o deputado e também conselheiro Romero Albuquerque protocolou um pedido para que Flávio Koury seja expulso do quadro social do Sport. "Dei entrada no requerimento que pede a expulsão de Flávio. Divulguei porque além do fato administrativo, ultrapassou a esfera criminal. É homofobia. Algo na minha visão muito grave. Acabei expondo outros conselheiros, mas não podia ser diferente meu posicionamento. Tinha que me manifestar para que essa atitude está errada."

Sport e diretoria apoiam Gil do Vigor
Presidente do Sport, Milton Bivar utilizou as redes sociais para se posicionar em apoio a Gil do Vigor. A nota, posteriormente, também foi publicada no perfil oficial do clube. "O Sport Club do Recife é de todos. Gil do Vigor é e será sempre um legítimo representante das cores do Sport. Um clube plural, do povo. A maior torcida do Norte/Nordeste. Não segregamos quem ama o Sport. O amor que une nossa torcida ao clube é incondicional. Obrigado Gil, por levar o nome do Sport pra todo o mundo. Pelo Sport Tudo!" Sport diz que tomará providência contra ataques homofóbicos a Gil do Vigor: "Um clube plural"

Após tomar conhecimento do caso, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Pedro Leonardo Lacerda, diz que aguarda a oficialização do pedido para encaminha-lo para avaliação da comissão de ética. "Não foi protocolado na secretaria do clube. Se vier uma representação do conselheiro contra outro de que fez juízo de valor homofóbico em relação a quem quer que seja, vamos apreciar o requerimento, encaminhar para o que diz o estatuto que é para a comissão de ética para apreciar ou não."

O que diz Flávio Koury
Autor das ofensas, o conselheiro afirma que as falas foram tiradas de contexto. Mas reitera que posicionou-se conta a dança performada na Ilha do Retiro. "Não tem nada disso de homofobia. A conversa não era essa, eu só fui contra a história da dança. Na conversa eu coloco: não tenho nada contra homossexual. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Eu não tenho nada contra homossexual, só não gostei da atitude. Acho que isso não representa o Sport. Ele tirou do contexto e botou nas mídias, uma coisa absurda. Usei expressões fortes, mas porque era entre a gente a conversa, não era para vazar isso. Começaram a dizer coisa, eu respondi, ele pinçou a minha resposta."


Fonte:Globo Esporte 

PARCERIA DO BLOG DTNOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BLOG DT NOTÍCIAS

BLOG DT NOTÍCIAS
VOCÊ FICA BEM INFORMADO COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE IPU REGIÃO