sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Ambientalistas debatem crise hídrica e o desaparecimento da Bica do Ipu. Água... chegamos no fim da linha?

A Rádio Regional de Ipu AM 1520 realizou através do programa Fatos em Debate um dos maiores debates sobre a crise hídrica, talvez sem precedentes, pela qual nós ipuenses especificamente estamos passando. O desaparecimento do nosso cartão postal, o principal ponto turístico da região, a "Bica do Ipu" foi colocado na pauta das discussões.

Petinha Lira presidente da AMAI (Associação do Meio Ambiente de Ipu) cidadão que eu reputo como o maior ambientalista da região e o Cícero Jerônimo conselheiro da ONG Biodiversidade, presidida pelo seu irmão Cláudio Sousa, entidade que desenvolve um trabalho também de proteção ao meio ambiente. Estiveram nesta quarta-feira (28/01) no programa fatos em Debate, o vespertino de maior audiência e credibilidade do Rádio ipuense.

O debate obviamente foi mediado pelo apresentador do programa, o radialista Hélio Lopes e contou com a participação de ouvintes conhecidos de representatividade em nosso município. Cito-os: DR Flávio ex-prefeito de Ipu, ex-diretor do SAAE e empresário, dono de um posto de combustíveis. Dr Flávio, disse que muito da situação vivida hoje por nós, é falta de governo. Dr Cidade, protético, suplente de vereador, recapitulou ações enérgicas de prefeitos passados, que coibiam os barramentos do riacho Ipuçaba na marra, no uso do poder e da força. O comerciante Randolfo o popular "Mata Broca", também foi incisivo quanto a falta de ação do poder público.

Os especialistas Petinha Lira e Cícero Jerônimo, esclareceram tudo a respeito da APA (Área de Proteção Ambiental) da Bica do Ipu, que de maneira esdrúxula deixa a Bica de fora da demarcação e além de tudo é totalmente desrespeitada, e não há nenhuma fiscalização e providências por parte dos órgão competentes.Confira no áudio abaixo o debate elucidativo, esclarecedor, a cerca do grave momento que estamos vivendo. Opiniões, revelações, estudos, as causas, as ações que possam reverter essa triste realidade, diagnósticos do Riacho Ipuçaba. Por que a Bica secou?
E a confirmação de que os loucos estavam com a razão! E mais que isso, os verdadeiros loucos foram aqueles que não deram ouvidos para os alertas que eram considerados previsões apocalípticas. Estamos vivendo as consequências da ação impensada do Homem, O pior está por vir, mas talvez possa ser evitado:














Fonte:Repórter Francisco José

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BLOG DT NOTÍCIAS

BLOG DT NOTÍCIAS
VOCÊ FICA BEM INFORMADO COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE IPU REGIÃO