sábado, 31 de janeiro de 2015

Torcedoras de times de São Paulo e do Rio 'batem bola' antes de estaduais


Na véspera da estreia dos campeonatos, musas vestem (e despem) as camisas dos principais clubes, falam sobre assédio e affairs com jogadores.
Na véspera dos campeonatos estaduais de futebol - que começam neste sábado, 31, em todo o Brasil -, torcedoras dos principais times do Rio e de São Paulo declaram sua paixão pelas suas camisas, contam ao EGO se já ficaram com jogadores, revelam se sabem ou não bater uma bola e rejeitam o apelido de "marias-chuteiras".Ana Paula Minerato, CorinthiansAna Paula Minerato, torcedora do Corinthians e musa da Gaviões da Fiel, lembra quando participou da recepção de Ronaldo Fenômenoao seu time do coração, em 2008 e diz que considera o ex-jogador o mais bonito do Corinthians de todos os tempos. "Eu sou apaixonada pelo Ronaldo, ele é o mais lindo e gostoso de todos os tempos. Ele é deuso! O Guerreiro é muito top também", opina ela, que, contudo, nega affaires com jogadores. "Nunca peguei nenhum, mas oportunidade não faltou", admite. "Se tem uma coisa que eu não sou é maria-chuteira. Se for para pegar vai ser para casar!", diverte-se.Alessandra Mattos, Vasco

Rainha da Torcida Jovem do Vasco em 2007 e 2008, Alessandra Mattos foi sagrada rainha eterna do clube pelo carinho e fervor ao acompanhar as partidas do time. “Eu entendo bastante de futebol. Já apitei jogo feminino em Copacabana, fui capitã de um time de futebol e fui campeã. Joguei até futebol de areia num campeonato de lingerie”, conta a atriz. E com tantos anos acompanhando o time carioca, não faltam histórias de assédio por parte dos jogadores.
Nunca falei isso, mas tive um affair com o Edmundo há uns três anos e pouco, quando ele tinha acabado de sair do Vasco"
Alessandra Mattos

"Nunca falei isso, mas tive um affair com oEdmundo tem uns cinco anos, quando ele tinha acabado de sair do Vasco. Eu tinha namorado na época e ele também tinha alguém, então não teria como durar”, confessa Alessandra, que atualmente é casada. Ela conta que também já viveu até um relacionamento virtual. “Tive um namoro virtual com o Alan Kardec (atacante do São Paulo), mas não rolou de nos vermos. Ele estava no Vasco, era bem novinho e eu meio que esnobei”, conta.Marianne Ranieri, Palmeiras

Galeria Musas do Futebol (Foto: Iwi Onodera / Paparazzo)Marianne Ranieri, Miss Bumbum Portugal e torcedora do Palmeiras "desde criancinha", acha que relacionamento com futebolista é roubada. Apesar da afirmação, ela não esconde que já teve um affair com um jogador brasileiro, Tiago Fernandes, que joga no Miami Dade FC. "Já fomos e voltamos mais de dez vezes. Namorar jogador de futebol dá muito trabalho, não rola. Homem já não vale nada, jogador então...", alfineta ela, que se assume ciumenta. Apesar do histórico, Marianne não se considera maria-chuteira. "Só peguei um jogador até hoje", garante.

Verônica Araújo, Flamengo
Representante do Flamengo, Verônica Araújonamorou Adriano Imperador durante um ano e conta que há quatro teve um namoro virtual comDavid Luiz, atual jogador do Paris Saint-Germain e queridinho da torcida brasileira. Na época, ele tinha namorada. “Ele namorava uma dentista. Nos conhecemos em uma festa da seleção em Buenos Aires. Eu era morena ainda. Na ocasião uma menina ficou com o Neymar, outra com o Robinho e eu não fiquei com ninguém. Ele gostou disso, disse que eu era a única marrenta do grupo, gostou do meu jeito. Era um grupo cheio de meninas bonitas, estávamos farreando em Buenos Aires e aí ele ficou enchendo meu saco. Eu não o achei nada demais, ele nem fazia sucesso ainda e tinha acabado de entrar na seleção”, lembra ela.
Verônica Araújo (Foto: Roberto Teixeira / EGO)

Verônica alerta que ser maria-chuteira é um tiro no pé. Segundo ela, os jogadores percebem quem está com eles só por interesse e são capazes de dar o troco nas mais descaradas. "Teve uma festa de jogadores em que tinha uma menina que era maria-chuteira, mas não era da mídia. Já tinha ficado com todos que estavam lá. Eles pegaram o porteiro e colocaram o cara de Rolex, com cordões de ouro deles, boné, camisa de time e apresentaram falando: ‘Esse aqui é meu amigo, acabou de chegar da Inglaterra, novo contratado do Manchester para ganhar não sei quantos mil. Dá uma atenção aí para ele etc’. A menina ficou em cima dele a noite inteira, ficou com ele, transou, e no dia seguinte falaram para ela a verdade. Todo mundo sabe dessa história”, afirma.

Cátia Gonçalves, Santos
Cátia Gonçalves, musa da torcida santista, conhece e frequenta festas com os jogadores. "Tenho amizade com alguns jogadores. Já saí com um ou outro, mas não posso falar quem", desconversa. "Meus ídolos são o Neymar e o Robinho. Pelé é o primeiro, ele é o cara que levou o nome do Santos para o mundo inteiro. Gosto muito do goleiro Aranha. Mas o mais bonito é o Gabigol. O Robinho é bem gatinho também", afirma.
Ariany Nogueira (Foto: Roberto Teixeira / EGO)

Ariany Nogueira, Botafogo
Ariany Nogueira, ex-dançarina do Latino e torcedora do Botafogo, explica que não são apenas as mulheres que gostam de contar que estão com jogadores. Ela acredita que os astros do futebol também gostam de tirar onda e chegam a divulgar as próprias conquistas na imprensa.

“Com esses 'messengers' da vida eles ficam muito mais próximos das musas, atrizes, modelos, bailarinas, pessoas que estão na mídia, e eles gostam disso. Podem até casar com as que fazem a linha santa, mas por trás querem as bombadas, travestis. Me surpreendo sempre com as mensagens que recebo. Eles mandam fotos, não estão nem aí. Pela internet é fácil dizer depois que não eram eles”, diz ela, que atualmente vive um relacionamento com um jogador.
Eles podem até casar com as que fazem a linha santa, mas por trás querem as bombadas, travestis."
Ariany
 Torcedoras de times paulistas posam com a camisa do time e declaram torcida (Foto: Roberto Teixeira / EGO)
“Agora estou de paquerinha com um jogador, o Thiago Mosquito (Thiago Rodrigues da Silva), a gente está se conhecendo. Ele jogou no Sub-15 pelo Vasco, na Seleção Brasileira de Futebol Sub-17 e está para voltar para o Vasco”, contou a bailarina.

Júlia Menezes, São Paulo
A são-paulina Júlia Menezes é atleta welness e diz que por isso não tem tara por jogadores. "Onde se ganha o pão não se come a carne", brinca ela. "Por eu ser do esporte, eles são meus colegas de trabalho." O mais bonito, segundo ela, é o lateral-direita Bruno.
Júlia Menezes (Foto: Iwi Onodera / Paparazzo)

Amanda Pinheiro, Fluminense
A atriz Amanda Pinheiro, representante do Fluminense, ao ser perguntada sobre o mais gato do time tem a resposta na ponta da língua: "No meu time o mais gato é claro que é o Fred, delicinha!”. Amanda revela ainda o que mais curte no corpo sarado dos jogadores. "Acho o bumbum uma delícia", admite ela, que acredita que as marias-chuteiras não têm futuro. "Muitas querem fama, querem se aproveitar e aparecer, sim, sem hipocrisia, e quem quer vai. Eu sou metida, sempre tive muito assédio, mas não dei confiança”, afirma. "Eu recebo muita mensagem direta de Emerson Sheik e companhia puxando assunto e querendo história", conta.

Quando o assunto é fidelidade no mundo da bola, elas são categóricas. “Jogador fiel só se for perante a sociedade, porque fiel de verdade está para nascer”, dispara Aryane. “O problema é que todos já querem ir para os finalmentes”, explica Verônica. Aryane concorda: “Hoje em dia as mulheres passam de bandeja. Como é que o cara vai querer saber de paquera se enquanto você está tentando paquerar a outra está já indo para os finalmentes? Eu gosto muito de paquera, de ficar conversando, ter o clima, de cozinhar até acontecer, mas hoje em dia ninguém quer isso”, afirma.

Alessandra apoia. “Tem jogador flamenguista casado até hoje que ninguém nunca flagrou, mas tenho cinco amigas que já ficaram com ele”, entrega. Amanda faz coro. “Tem história de viajarem e ficarem em hotel com amante no quarto ao lado. É normal no universo deles”, afirma.


Fonte:ego

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BLOG DT NOTÍCIAS

BLOG DT NOTÍCIAS
VOCÊ FICA BEM INFORMADO COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE IPU REGIÃO